Wiki Eldarya

Boas-vindas à Wiki Eldarya!

Utilize o ícone de pesquisa para encontrar o que deseja.

Interaja através dos comentários nas páginas, do Discord e das Discussões.

Quer editar, mas não sabe por onde começar? Faça uma visita à página da Comunidade ou explore os links abaixo.


FAQ | Manual de edição | Layout de Páginas | Moderadores | Regras

LEIA MAIS

Wiki Eldarya
Advertisement
Spoileralert.png Atenção, esta página pode conter spoilers!



Chefe da Guarda Obsidiana, Valkyon não fala muito e só dá a sua opinião quando ele acha útil, o que desestabiliza as pessoas que tentam dialogar com ele. Ele é muito sereno e possui um grande coração.


Valkyon é o Chefe da Guarda Obsidiana. Aparece pela primeira vez no Episódio 2, depois de Erika esbarrar nele na Sala de Portas.

História[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

Escondido por sua mãe[2], Tia, em uma ilha, seu ovo foi chocado pelo calor de um vulcão adormecido há mais ou menos 20 a 25 anos. Quando acordou, seu irmão, Lance, já havia nascido. Os dois deixaram a ilha e refugiaram-se em um vilarejo no meio do nada, onde viveram durante anos[3]. Lá, foram recebidos e tratados com carinho pelos cidadãos.

Valkyon sempre teve a intuição de ser um dragão[2], mas, diferente de seu irmão, ele tinha medo do que poderia estar adormecido dentro de si, procurando sempre manter seus poderes escondidos e apresentando-se sempre como um faeliano, um faery mestiço com ascendência humana. Ele se preocupava muito com o que os outros poderiam fazer com ele caso descobrissem que um dragão ainda estava vivo[4].

Ao saírem do vilarejo, ele e seu irmão integraram à Grande Guarda de Eel na qualidade de refugiados. Nesse tempo vivendo no Quartel General, seu irmão tornou-se Chefe da Guarda Obsidiana, sendo presenteado por Valkyon com uma adaga. Tempos depois, em uma missão, Lance acaba sendo morto e seu corpo desaparece sem deixar muitos vestígios. Valkyon, ao receber essa notícia, fica completamente arrasado, chegando a agredir a pessoa que o informou[5].

Crente de que seu irmão ainda estava vivo, Valkyon inicia uma investigação com a ajuda de S, um Purreko, que, em seus últimos relatórios, encontrou informações sobre Lance em Balenvia. Decidido a descobrir a verdade, ele e Miiko, mulher que ainda nutre sentimentos por seu irmão, vão à Balenvia[5] e, lá, encontram Ashkore, que assume o assassinato de Lance[5].

Com a prisão do assassino de seu irmão, meses após o encontro em Balenvia, mais uma descoberta é revelada: Ashkore era Lance[2], que havia forjado sua própria morte e desejava vingar-se da Grande Guarda de Eel e todo o mundo de Eldarya destruindo o Cristal e libertando as almas de seus semelhantes.

No Episódio 30, Fáfnir, bisavô dos irmãos, revela uma profecia dracônica: "Dois irmãos inimigos, um do frio, outro das chamas, combaterão um dia acima das nuvens. Um deverá vencer o outro para encontrar a paz. Um deverá vencer o outro, deixando sua alma".

Durante a batalha que decidiria o futuro de Eldarya, Valkyon e Lance enfrentaram-se nas suas formas dracônicas, concretizando a profecia dos dragões[6].

Aparência[]

Forma humana[]

Valkyon é um robusto rapaz de 1,90m de altura. Sua pele é parda e possui várias cicatrizes. Seu cabelo vai até os ombros, sendo ele branco e seus olhos dourados. Ele usa uma armadura em seu ombro e cotovelo direito e em ambas as pernas, com um suporte para machado na direita. Na sua gola há uma lã felpuda esbranquiçada, assim como em suas armaduras e em sua luva preta, que tem pequenos spikes e pequenas pedras vermelhas. É visível as ataduras brancas abaixo da cintura e acima da sua luva esquerda. Já seu top preto parece uma fusão com uma armadura, com uma estampa que se degrada em laranja e amarelo, mesma estampa presente nos detalhes da sua calça cinza.

Forma dracônica[]

Na sua forma dracônica, o corpo de Valkyon é revestido por escamas vermelhas e escamas que lembram magma. Seu dorso apresenta longos espinhos em tom prateado.

Personalidade[]

Ele evita falar mais do que o necessário, razão pela a qual parece estar sempre sério e quieto. No entanto, ele sabe a hora de se divertir e dar risada com seus amigos, ou com suas paqueras...

Ele é bastante sensível com sua Musarosa, Floppy, a qual nunca manda para a exploração pois tem medo que algo aconteça com ela.

Apesar de não estar em busca do assassino de seu irmão, ele sente que não hesitaria em matá-lo se o encontrasse. Na rota dele, no entanto, ele diz que abandonaria essa ideia para se mostrar um homem de valor aos olhos de Erika, uma vez que a guardiã se mostra contra qualquer tipo de assassinato[7].

Habilidades[]

Valkyon é muito habilidoso no combate. Ele também possui habilidades ainda não conhecidas por ocultá-las para não revelar sua natureza de dragão[4].

Na sua forma dracônica, Valkyon pode voar e cuspir fogo[6].

Relacionamentos[]

Ezarel e Nevra[]

Os três líderes das Guardas são grandes amigos, muitas vezes saindo juntos e fazendo confidências.

Fáfnir[]

Ao perguntarem se Lance é seu filho, Fáfnir revela que ele é na verdade seu bisneto. Logo, Valkyon também o é[8]. Fáfnir se mostra disposto a guiá-lo, porém tenta se manter neutro nos assuntos dos dois irmãos.

Lance[]

Sua relação com Lance era entre irmão mais novo e irmão mais velho. Ele amava incondicionalmente e nutria uma admiração sem limites pelo irmão[5], mesmo que tenha se contido em diversos aspectos por achar não estar na altura dele[2]. Quando soube de sua suposta morte, desesperado, agrediu o portador das más notícias. Ele sente muito a perda de seu irmão gêmeo e é extremamente fechado sobre o assunto. Floppy foi o último presente que o obsidiano recebeu de seu irmão[3].

Ykhar[]

Os dois são grandes amigos e os encontramos conversando algumas vezes. Com Ykhar, Valkyon conversa bastante e deixa de lado seu usual jeito lacônico.

Ilustrações[]

Trivialidades[]

  • Seu nome é uma referência às Valquírias, guerreiras da mitologia nórdica.
  • De acordo com Alajéa, ele gosta de roedores[9].
  • Ele reage de maneira indiferente a nudez, chegando a dizer que um corpo é apenas um corpo[10][11].
  • Sua bebida favorita é cerveja.
  • As duas cicatrizes que tem na barriga são resultado de uma luta com um ankou, que o atingiu com uma espada com lâmina dupla[12].
  • A cicatriz discreta que ele tem no pescoço é lembrança de uma antiga conquista, e depois de conversar com ele, a guardiã conclui que "ele é mesmo um conquistador". Apesar da longa lista de paqueras, ele disse nunca ter conseguido amar verdadeiramente nenhuma delas[12]. Assim, nunca teve um relacionamento sério[13].
  • Valkyon conta que já morou por um tempo no Templo Fenghuang.
  • Em seu quarto, é possível ver uma foto de Valkyon e Lance juntos.
  • O mascote de Valkyon, Floppy, foi um presente dado à ele por seu irmão Lance.
  • Segundo a Ykhar, ele é um guerreiro fora de série[9].
  • Segundo Lance, ele e Valkyon tem por volta de 20 ou 25 anos[2].
  • Em A New Era, no Cruzamento do Caminhos
    Cruzamento dos Caminhos NE.jpg
    , podemos ver uma nuvem dele em sua forma de dragão.
  • No Episódio 3 (NE), descobrimos que ele foi enterrado.

Referências[]

Navegação[]

Advertisement