FANDOM


Spoileralert Atenção, esta página pode conter spoilers!

Miiko é uma kitsune autoritária. Ela está no comando da Guarda de Eel e é uma líder zelosa da Guarda Reluzente. Ela consegue identificar o potencial de pessoas rejeitadas pela sociedade e não hesita em dar uma segunda chance, mas nunca vai admitir isso.


Miiko é uma das personagens mais importantes de Eldarya. Ela fez sua primeira aparição no início do episódio 1, onde encontra a protagonista na Sala do Cristal e manda Jamon prendê-la.

História Editar

Nota: Os seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.
Como Chrome já havia dito, muitos do Quartel General tiveram que aprender na marra e ela é uma dessas pessoas. No episódio 13 descobrimos mais sobre o passado dela; Ser o líder da grande guarda de Eel é uma enorme responsabilidade, que ninguém gostaria de ter em mãos. Encarregada desse importante papel, ela aprendeu o que precisava para liderar muito rapidamente e, com a morte do seu mentor, Yonuki Kaze, teve que assumir seu patamar como a principal líder de Eel. Desde então, ela tenta manter o equilíbrio e a harmonia, fazendo tudo que está ao seu alcance.
No episódio 17, descobrimos que ela é uma princesa das Terras do Norte de Jasper. Ela se juntou à Guarda de Eel há cerca de 10 anos, pouco depois de ter sido rejeitada pela sua família. Seus próprios pais a rejeitaram, pois para os kitsunes o poder é crucial e é proporcional ao número de caudas. Miiko nasceu com apenas 4 caudas, o que é muito pouco para um membro da família real. No episódio 18, descobrimos que ela ficou escondida do seu povo desde o nascimento, a fim de que a sua irmã assumisse o trono em seu lugar. Quando ela teve idade suficiente para assumir o trono, preferiu abandonar sua casa para viver no QG, escondendo sua verdadeira identidade. Entretanto, sua irmã apareceu no QG como emissária e Miiko não pôde mais evitar a verdade, confessando tudo ao seu mentor. Yonuki, ao ver como a irmã a tratava, rompeu os acordos com os Reinos do Norte. Miiko cedeu seu trono oficialmente em troca de um acordo imutável entre os dois povos.
Dentre os traumas de seu passado está a perda do seu amado Lance, o irmão de Valkyon.

Aparência Editar

Miiko é uma kitsune, o que pode ser visto por suas orelhas de raposa e caudas. Ela tem a pele clara, longos cabelos pretos com pontas azuis (assim como as caudas) e olhos azuis com tons de rosa. Usa um collant preto azulado brilhante que é exposto dos lados e uma corda vinho trançando a sua cintura com um pequeno guizo prateado. Seu casaco é um rosa escurecido, com um tom mais claro de rosa na região dos seus ombros e seu busto, com estampas floridas; Há pequenas cordas penduradas neles, no mesmo tom dá corda que há em sua cintura. As suas luvas são da mesma cor que seu collant, mas sem brilho e com pequenos "x" azuis sobre elas. Essas cobrem os seus dedos parcialmente com a exceção do seu polegar, e no seu braço esquerdo está exposto uma manga branca que cobre sua luva. Em suas coxas está localizada uma joia de flor e também há uma longa meia branca, dourada nas bordas e com joias da mesma cor nas laterais com uma bandagem vinho rendada nas pontas, acima dos seus joelhos e com uma espécie de suspensório logo depois; Seu calçado é aberto com um grande tamanco de madeira e uma flor ao lado. Porta um cajado com quase a sua altura, com um pedaço de cristal no final do cabo, que possui uma gaiola pendurada que canaliza a força da sua chama.

Personalidade Editar

Miiko é uma kitsune autoritária e é líder da Guarda Reluzente junto com Leiftan e Jamon, e a comanda com mãos de ferro. Ela costuma encontrar potencial em pessoas que na maioria das vezes são rejeitadas pela sociedade e não hesita em lhes dar uma chance, apesar de preferir cortar uma perna do que admitir isso. Apesar da figura ser autoritária e implacável, Miiko é uma pessoa como as outras, que muitas vezes mal tem tempo de respirar devido ao seu importante cargo. Ela é sem dúvida alguém que sabe impor sua autoridade, como visto nos primeiros episódios. Mesmo que nem sempre ela tome a decisão absolutamente certa, todas suas ações e escolhas são feitas pensando no bem dos demais membros do Q.G, eventualmente demonstrando tristeza e sensibilidade sobre a situação de Eldarya e o seu povo. Também é inegável o rancor que Miiko guarda sobre os humanos, que mesmo depois de expulsarem as raças faeries, ainda andam a atormentar alguns cantos de Eldarya e toda essa intolerância com humanos é vista quando a Guardiã aparece na Sala do Cristal. Com o tempo é visível que o rancor de Miiko se transforma em uma preocupação sobre ela, mesma preocupação que ela tende a sentir pelos membros do Q.G, como uma verdadeira grande líder.

HabilidadesEditar

Segundo Huang Hua, ela possui capacidades extrassensoriais, como ver mudanças na aura das pessoas com quem convive ou se comunicar facilmente com os mortos. [1]

RelacionamentosEditar

Huang HuaEditar

As duas são amigas de infância e nutrem respeito e admiração uma pela outra.

Trivialidades Editar

  • Miiko é uma "personificação" de ChiNoMiko, a desenhista das imagens do jogo, assim como Alajéa anteriormente seria SallyAnne, antiga roteirista do jogo, e Ykhar representa Hikaru, a cenarista do jogo.
  • É amiga de infância de Huang Hua, o que sugere que possuam idades aproximadas. Sendo assim, Miiko deve ter em torno de 70 anos.[3]
  • É a personagem cujo nós mais tivemos a oportunidade de encarnar, ficando atrás somente da Guardiã.
  • Quando a encarnamos durante sua conversa com Karuto, ele insinua que ela tem algo com Leiftan, mas ela afirma que não, e acrescenta que ele tem uma "quedinha" pela Guardiã.[4]
  • Originalmente,o seu nome seria Miko - sacerdotisa em japonês - mas no final a equipe decidiu acrescentar mais um "i".

IlustraçõesEditar

  • Episódio 17

  • Evento de Praia 2018

Referências Editar

Navegação Editar

Personagens