FANDOM


Spoileralert Atenção, esta página pode conter spoilers!

Até o século passado não havia preocupação entre os faeries em escrever sobre sua história, por isso pouco se sabe sobre o surgimento de Eldarya. Sabe-se que humanos e faeries viviam juntos na Terra, mas com o tempo a maldade dos humanos cresceu e essa relação se desestabilizou. Os humanos passaram a caçá-los sob diferentes circunstâncias, e os faeries se tornaram extintos devido a isso e a falta de reprodução. [1]

No episódio 14, Erika descobre que algumas figuras históricas possuíam sangue faelliano, como Joana D’Arc.

O Grande Exílio Editar

Há alguns séculos, para saírem dessa situação, os Dragões tiveram uma ideia: o Exílio, que criaria um outro mundo sob o sacrifício de três raças.

Para que o mundo fosse criado, era necessário um Sacrifício Azul. As Três Grandes Raças se reuniram e decidiram que os Dragões e os Aengels/Daemons, por serem as duas raças mais poderosas, se sacrificariam pelo bem das demais. A votação a favor do sacrifício foi unânime por parte dos Dragões. No entanto, os Daemons se dividiram: os partidários de Lilith aceitaram o sacrifício, mas os partidários de Dagon não. Dagon acreditava que quem não era seu aliado era seu inimigo, então além de assassinar os seguidores de Lilith, espalhou rumores falsos sobre sua raça, o que se voltou contra ele depois da criação de Eldarya. [2] Assim, eles traíram o pacto, provocando instabilidade ao novo mundo e trazendo as dificuldades que acometem Eldarya atualmente: a infertilidade das terras, a inconstância dos portais, etc. [1]

As Três Grandes Raças Editar

Os Dragões, os Daemons e os Fenghuangs são as 3 raças faellianas mais poderosas.

Dragões Editar

Os Dragões são o símbolo da força de Eldarya. Constituíam a raça mais sábia e mais antiga, mas foram extintos ao se sacrificar pelo bem dos demais. [1]

Fenghuangs Editar

Os Fenghuangs são o símbolo da sabedoria. São criaturas similares a fênix. Aparecem no episódio 11, quando Huang Hua e Feng Zifu visitam o Refúgio de Eel.

Dentre as três grandes raças é a mais fraca e por isso não puderam se sacrificar. Segundo Ykhar, eles não são nada comparados às outras duas, e portanto seu sacrifício seria "como uma gota no oceano”. É também a única raça restante das três mencionadas. [1]

Daemons Editar

São o símbolo do poder. Pouco se sabe sobre eles, apenas que traíram o pacto e foram caçados pelas raças restantes, sendo também extintos. [1]

Outras informações Editar

  • Não se sabe exatamente quando ocorreu a criação de Eldarya, mas o Grande Exílio começou aproximadamente um século após a morte de Joana D’Arc.
  • Joana D’Arc seria uma humana com sangue de “Arcadienne”, raça que possui o dom da clarividência. Segundo alguns historiadores de nosso mundo, ela teria afirmado se comunicar com Deus. [1]
  • Nevra conta que Edward Aloysius Murphy (criador da lei de Murphy) também era um faeliano (metade leprechaun).[3]
  • Os faeries deram origem a várias bebidas dos tempos antigos que eles souberam adaptar quando chegaram a Eldarya. Erika conclui que seus conhecimentos em culinária não são nulos, como pensava, mas sim medievais. [4]
  • Aparentemente, o calendário de Eldarya é diferente do nosso, já que a descrição do O'oluray diz que a revista Mascote'mag está a venda toda sexta quarta-feira do mês, e o máximo de quarta-feiras que um mês nosso tem são cinco.[5]

Referências Editar

Navegação Editar

Universo de Eldarya e Mecanismos do Jogo
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.