Wiki Eldarya

Boas-vindas à Wiki Eldarya!

Utilize o ícone de pesquisa para encontrar o que deseja.

Interaja através dos comentários nas páginas, do Discord e das Discussões.

Quer editar, mas não sabe por onde começar? Faça uma visita à página da Comunidade ou explore os links abaixo.


FAQ | Manual de edição | Layout de Páginas | Moderadores | Regras

LEIA MAIS

Wiki Eldarya
Advertisement
Spoileralert.png Atenção, esta página pode conter spoilers!


Introdução

Erika é o nome canônico da protagonista do jogo[2], também conhecida por Guardiã. É a personagem que incorporamos durante a aventura e é a primeira a ser apresentada para os jogadores.

Apesar de possuir um nome oficial, o único nome que ela recebe no jogo é o nome de usuário do jogador.

História[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

Filha única de uma família burguesa e quase finalizando o ensino superior, Erika cresceu em uma das maiores metrópoles de seu país, a cidade possuía milhões de habitantes[3].

Prestes a entrar no mercado de trabalho e com a pressão das dúvidas sobre seu futuro, a garota decide espairecer dando uma caminhada na floresta. Lá, repara em um círculo perfeito formado por cogumelos brancos. Curiosa pela formação atípica, aproxima-se e coloca seus pés dentro dele. Neste momento, o círculo revela-se um portal para outro mundo.

Chegando neste, depara-se com um enorme Cristal em um pedestal centralizado na sala. Hipnotizada pelo seu brilho, é surpreendida pela Chefe da Grande Guarda de Eel, Miiko. Sem entender o que estava acontecendo e nem onde estava, é escoltada até a prisão como intrusa.

Pouco tempo depois, descobre estar em Eldarya, o mundo dos faeries.

No decorrer os primeiros episódios, Erika conhece o Oráculo na Sala do Cristal. Ele aparece e aponta em sua direção, deixando os membros da Guarda de Eel sem reação sobre qual seria o motivo que levaria a entidade regente do Cristal aparecer para uma humana. Isso leva a protagonista a fazer um teste, com ajuda de Ezarel, para verificar se ela possui sangue faery. Nisso, descobrimos que a personagem é uma faeliana, uma híbrida.

Após descobrir que seu sangue é composto por sangue faery, Miiko supõe a ideia de Erika ter sido adotada, sendo essa a única explicação plausível, aos olhares da kitsune, para existir uma faeliana na Terra. No entanto, a protagonista responde que é muito parecida com uma de suas bisavós, tendo a mesma coloração dos olhos desta - um tom violeta, incomum na raça humana.

Mais tarde, descobre-se que Erika é, na verdade, uma híbrida das raças humana e aengel.

Ao longo da aventura, obtemos mais informações sobre sua vida na Terra. Seu pai é um grande empresário e, por muitas vezes, coloca seu trabalho acima da relação com sua família, o que explica a distância entre Erika e ele[4]. Ele também costuma receber com frequência clientes importantes em sua casa, o que a levou a dedicar-se em etiqueta para causar uma boa impressão[5]. Por mais que Erika não gostasse tanto do trabalho de seu pai, ela revela que estudou essa área para assumir, futuramente, os negócios da família[6].

Cronologicamente, após a aventura em Balenvia, fazia pouco mais de 3 meses que Erika estava em Eldarya. Esse tempo decorrido no mundo dos faeries não passou despercebido pelos pais de Erika. Charles e sua esposa, após notarem o sumiço de sua filha, foram até a polícia para descobrir seu paradeiro. A busca foi iniciada e durou várias semanas, no entanto, ela nunca foi concluída. Todos haviam esquecido da existência de Erika, incluindo sua mãe, a quem era muito próxima e apegada[4].

Sobre o restante de sua família, descobre-se que seus avós se chamavam Paulette e Lucien[7] e ela tem um tio viciado em programas de sobrevivência[8] e esportes[9].

Aparência[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

Atenção: Mesmo que você personalize a sua Guardiã, haverá a aparência "base" (a do início do jogo) que aparecerá em ilustrações adquiridas ao longo dos episódios. Isso é para manter a coerência com a história.

The Origins[]

Sua aparência-base são olhos violeta com reflexos dourados e azuis, longos cabelos castanhos grisalhos, com pequenas tranças nas laterais e pele branca. No primeiro episódio ela está vestida com o traje Civil, composto por um vestido rosa com uma fina barra branca na altura dos joelhos e alças trançadas entre si, junto de um casaco branco de mangas longas e pequenos detalhes dourados, meias pretas em sua panturrilha, finalizando com um par de botas marrom em couro.

No Episódio 5, Miiko dá a Guardiã roupas cotidianas, mais comuns para o convívio em Eldarya. Esse traje aparece nas imagens a partir do Episódio 6.

No Episódio 7, após a preparação da poção para o Filtro de Syrenomagia, Erika se transforma em sereia temporariamente até chegar na Cidade de Eel. Suas pernas são substituídas por uma cauda verde com barbatanas que seguem um dégradé do laranja ao vermelho, suas orelhas são substituídas por orelhas de sereia, enquanto suas bochechas, ombros e seios são cobertos por escamas da mesma cor da cauda.

No Episódio 11, com a chegada de Huang Hua, a Guardiã tem a opção de comprar roupas novas, que a Purriry fez em homenagem à chegada dos emissários Fenghuangs. Apenas nesse episódio a Guardiã aparece com o traje Maid Of Phoenix.

No Episódio 15, Erika ganha de Karenn roupas para realizar uma missão secreta para salvar Colaia, o traje Black Wave.

No Episódio 17, a guardiã veste o traje Night Feelings para ir a um encontro na praia com o paquera escolhido no episódio. Este é o único episódio em que ela se veste com o traje.

A fim de recompensar a guardiã por suas boas ações no decorrer no Episódio 20, Feng Zifu dá o traje Bird's Good Will para Erika.

Após ceder aos pedidos de Purriry, durante o Episódio 23, para que experimentasse o traje Wind Traveler, a Guardiã acaba rasgando acidentalmente o traje enquanto o experimentava, se vendo, assim, obrigada à pagar por ele. Entretanto, percebeu que ele seria vantajoso em sua aventura até Memória.

Durante o Episódio 27, em um ímpeto que almejava mudança e livramento de suas experiências e sentimentos ruins, Erika corta o seu cabelo acima dos ombros. Ela o cortou para abandonar seu passado e todas as derrotas desde que chegou em Eldarya. Posteriormente, Purriry o arruma, alegando que a parte de trás estava terrível.

No Episódio 29, ela recebe o traje Ending War, propício para a batalha que seria travada.

A New Era[]

Durante sua estadia no Cristal, os cabelos de Erika cresceram consideravelmente, mas o restante da sua aparência permanece a mesma. No Episódio 1, Erika veste o traje Wide Awake, que consiste num longo vestido branco e esvoaçante de alça única, com uma delicada corrente que começa na sua cintura e termina na sua perna esquerda.

Também no Episódio 1, Purriry a presenteia com o traje Guardian Returns, um conjunto de cor verde esmeralda. A jaqueta de ombreiras tem estampas de flores em tom de verde mais escuro. As luvas, calças e botas possuem detalhes em amarelo e possuem uma interessante costura. Sua blusa é verde com um dégradé de rosa na barra. O colar dourado possui um pedaço de cristal como pingente.

Personalidade[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

Atenção: Mesmo que você escolha as decisões da Guardiã, haverá a personalidade "base" que é descrita pelos personagens ao longo dos episódios. Isso é para manter a coerência com a história.

The Origins[]

Erika é uma personagem que tem sua curiosidade descrita diversas vezes ao longo do jogo. Miiko a define como uma pessoa quase truculenta quando o assunto é investigar e descobrir a verdade[10]. Algumas vezes, essa característica, unida à Karenn, acaba sendo o elemento perfeito para acabar em enrascadas dentro da Guarda.

Quando precisa ficar sozinha, gosta de fazer passeios a lugares calmos, como a floresta próxima a sua casa. Em Memória, descobrimos que a personagem se afeiçoa a determinados lugares e os escolhe involuntariamente quando sente a necessidade de ficar sozinha para pensar, sendo facilmente encontrada por quem realmente a conhece.

Erika gosta bastante de ler e faz isso tanto como passatempo quanto como uma distração para os problemas. Em uma conversa com Nevra, a personagem comenta detestar iniciar um livro e não acabá-lo[11].

Ela é, também, bastante solícita e sensível, procurando ajudar a todos da forma que for possível. Por vezes, demonstra que sua empatia pelo próximo é tão grande que se recusa a ver alguém morrer, mesmo se a pessoa "merecesse" ou não tivesse outra alternativa a não ser a morte.

A New Era[]

Na temporada de A New Era, é possível perceber que a personagem, independente das escolhas do jogador, sofre com certa frequência com ataques de ansiedade e pânico, devido ao estresse e pressão que sofre por ser a Salvadora de Eldarya.

Habilidades[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

The Origins[]

Quando seus poderes ainda não haviam despertado[12], Erika podia conjurar chamas brancas pelas mãos. Essas chamas, dadas pelos Dragões de Memória, se chamavam "Fogo Sagrado dos Dragões" e podiam ser usadas tanto para sua defesa, a criação de escudos[13], quanto para o ataque.

Com o desenvolvimento e o controle de seus poderes Aengel, Erika tornou-se capaz de criar escudos de luz, também podendo moldar sua energia da forma que precisasse, como, por exemplo, criar uma corda a partir dela[14].

Em seu auge e forma Aengel, Erika possuía dois pares de asas.

A New Era[]

Após sete anos dentro do Cristal, Erika retorna achando que seus poderes desapareceram. No entanto, após uma ilusão de Koori, ela prova novamente a sensação da energia Aengel e crê que eles estão apenas adormecidos. No final desse episódio, a personagem os desperta criando feixes de luz involuntários em suas mãos[15].

Ela consegue criar escudos translúcidos capazes de aguentar diversas rajadas de flechas[16], fogo[16] ou tiros[17]. Além disso, também cria esferas de energia, as quais usa para atacar seus inimigos[16].

Durante seu treinamento com Leiftan, descobre ser capaz de criar diversas formas a partir dos poderes de aengel, também aprendendo a utilizar essa energia para mover objetos[18].

Relacionamentos[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

Charles[]

Antes de sua vinda para Eldarya, Erika relata que ela e seu pai eram distantes, devido ao seu trabalho[4]. Ao vê-lo novamente, durante sua missão na Terra, ela ainda sente raiva e rancor pela distância que os dois tinham no passado e duvida que sua personalidade tenha melhorado após a partida de sua mãe[19].

Ao revê-lo, a protagonista se sente aliviada e emocionada, relatando voltar a infância, quando seu pai demonstrava afeto por ela[19]. Mesmo com a raiva, ela ficou triste pela ideia de abandoná-lo novamente[19].

Trivialidades[]

Nota: O seguinte artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, leia por sua própria conta e risco.

  • É possível que seu nome venha da flor "Érica", uma vez que tem a dita tem uma cor muito semelhante à de seus olhos.
  • O tipo sanguíneo de Erika é muito especial. Ela pode receber sangue de poucas pessoas, mas pode doar para todos[14] (o equivalente ao tipo sanguíneo O-).
  • Segundo Ezarel, a sua voz é nasal[20] .
  • No Episódio 13 (The Origins), ela menciona os nomes dos seus amigos terráqueos: Alice, Ben, Elsa e Arthur, o novo vizinho, o qual ela supostamente tinha um encontro antes de ser transportada para Eldarya.
  • Não é boa em cuidar de plantas[21].
  • Ela tem cheiro de lavanda e lilás [22].
  • Seu avô morreu de infarto, mas a personagem não especifica se era avô materno ou avô paterno[23].
  • Em sua infância, teve uma má experiência com urtigas. Desde então, ficou traumatizada com essa planta[24].
  • Nos episódios iniciais da segunda temporada, Koori paquera Erika e a mesma admite que seus flertes parecem surtir efeito.
  • Quando criança, durante viagens de férias com seus pais, Erika costumava a cantar músicas do filme Frozen - um filme de animação da Disney[25].
  • Erika é uma boa desenhista, destacando-se no design da máscara de oxigênio usada no Episódio 16 (The Origins) e nos croquis de roupas terráqueas que Purriry confeccionaria no Episódio 10 (A New Era).
  • Erika conta a Mateus que, às vezes, escalava o muro de sua casa e saía escondido para ver um garoto[4].

Referências[]

Navegação[]

Advertisement