Wiki Eldarya
Advertisement
Wiki Eldarya
1 844
páginas
Spoileralert.png Atenção, esta página pode conter spoilers!


Resumo

Em uma nova região, você deverá investigar uma série de misteriosos envenenamentos. O que pode se esconder nesta gruta sombria onde você realizará seu inquérito?


Uma missão tóxica é o décimo segundo episódio de Eldarya: The Origins. Foi lançado no dia 4 de julho de 2017 no servidor brasileiro. À data do seu lançamento o nível 14 tornou-se o nível máximo do servidor.

Ao completar o episódio, os cenários Moradia do Solitário, Cruzamento, Caminho da Fé, Caminho da Caverna, Caminho Campestre e Ninho de Homens-Talófitas são desbloqueados na Loja de Roupas.

Pré-requisitos[]

Resumo[]

O episódio inicia num novo cenário, ao que descobre-se posteriormente ser Balenvia. Erika conversa com Chrome, que está bem irritado por estar se sentindo inútil durante a missão que lhes foi atribuída. Erika compartilha da frustação de não saberem nada sobre a doença, mas tenta acalmá-lo e Chorme diz que ela está mais madura desde de sua interação com a Huang Hua. Os dois continuam interagindo de maneira descontraída e decidem voltar para estalagem para dormir.

No dia seguinte, Erika e Chrome saem da estalagem e a Hagalé lhes conta que houve uma nova vítima de envenenamento durante a noite, mas que ele foi encontrado a tempo e se recuperará. Fica claro que foram os aldeões que solicitaram a intervenção da Guarda para lidar com o problema e você descobre que Ewelein também está em Balenvia e que ela tem cuidado dos doentes. Você e Chrome decidem encontram o Paquera para discutir sobre a investigação. Neste momento aparece o aviso de que o rapaz que vai fazer o episódio com você é aleatório, sendo possível escolher entre Valkyon, Nevra ou Ezarel apenas no 4º replay.

A guardiã e Chrome protestam que gostariam de explorar as grutas, mas o Paquera atribuí que eles continuem procurando pistas e interrogando os habitantes. Você acha alguns musgos e pegadas no cenário perto da entrada da gruta e a Erika e o Chrome decidem se dividir para questionar os aldeões. Neste momento inicia-se um flashback de alguns dias antes, ainda no Q.G, a Huang Hua acabara de ir embora e não havia missões para serem realizadas. Erika vai conversar com Kero na biblioteca e ele promete que vai agendar aulas sobre Eldarya e a Guarda de Eel para saciar nossa curiosidade. Dias depois a guardiã vai auxiliar o Karuto na despensa, quando Kero os interrompe porque a Miiko tem uma nova missão para nós.

A Miiko explica que antes da chegada de Huang Hua no Q.G, Ezarel tinha sido enviado para Balenvia e oferece esta missão para a guardiã. Erika fica um pouco frustrada pois gostaria de realizar a missão de restauração do Templo Fenghuang, mas aceita. Nós pegamos uma muda de roupas no quarto, um kit de primeiro socorros na enfermaria, mantimentos na despensa e uma arma na forja. Um dos paqueras que não foi enviado para Balenvia com você está na missão de reconstrução do templo Fenghuang e outro está numa outra missão misteriosa.

Você volta para o presente em Balenvia e interroga os habitantes da aldeia: o casal Gostien e Louce, a anciã Hagalé e uma vendedora de leite. A guardiã encontra o Chrome e vocês elaboram um relatório com as informações que reuniram. Vocês apresentam o relatório para o Paquera e pedem novamente para explorar a gruta, mas ele recusa. Você e Chrome voltam decepcionados para estalagem e Chrome compartilha que viu no caderno do Paquera algumas anotações e tem a teoria de que o que está na gruta é um basilisco. Erika dá uma volta na aldeia antes de voltar para e estalagem e dormir. No dia seguinte o Paquera a acorda e pede para ela se preparar para explorar a gruta. Vocês bebem uma poção preparada pela Ewelein e pegam um amuleto para tentar se proteger do veneno. Ao entrar na gruta, vocês encontram o Chrome que foi até lá escondido com a desculpa que estava ajudando a Ewelein a preparar um antídoto para o veneno. Chorme pede para que compartilhemos a teoria do basilisco com o Paquera. O Paquera concorda que é uma de suas teoria, mas que é improvável porque não há marca de mordidas nas vítimas. Neste momento do episódio é possível capturar o mascote Grookhan. Você continua explorando a gruta com o Paquera até começar o desmoronamento que obriga vocês a saírem às pressas da caverna.

Você leva as amostras que coletou na caverna até a Ewelein, que parece estressada pois ainda não conseguiu elaborar um antídoto. Você dorme na estalagem e no outro dia encontra o Paquera conversando com a Hagalé. A anciã que conta que os desmoronamentos começaram há alguns anos, mais ou menos logo após o cristal ter sido quebrado. O Paquera e a Erika vão novamente explorar a gruta e começam a ouvir uns barulhos estranhos. O Paquera pede para a guardiã espera-lo e se aprofunda sozinho na caverna. Depois de algum tempo, Erika vai atrás dele e encontra-o desacordado, precisando arrastá-lo até a entrada da gruta, onde estão Chrome e outros membros da guarda. Eles levam o Paquera até a Ewelein e a guardiã sente-se culpada pelo ocorrido e vai dar uma volta pela aldeia para espairecer. Hagalé e Chrome tentam nos consolar e encontramos alguns habitantes assustados com a situação. Por fim você reencontra a Ewelein que revela que o estado do Paquera é crítico e que ela ainda não tem um antídoto, comentando aparentemente de propósito de que se beneficiaria de uma amostra original do veneno.

A guardiã interpreta a fala da Ewelein como um pedido e vai explorar a gruta sozinha. Ela encontra Milo e seus amigos que a guiam até a caverna azulada, onde moram vários outros Myconides. Erika conversa com o chefe dos Myconides, o Patriarca de Ethel, e descobre que são eles que têm envenenado os habitantes de Balenvia, sem intenção. Ethel explica que os Myconides moram nas grutas desde do Grande Exílio e que viviam em harmonia com os aldeões, oferecendo-os musgos medicinais e rochas e apagando a memória deles quando descobertos. No entanto, recentemente os Myconides têm expulsado veneno de forma incontrolável, ao passo que Erika então pede uma amostra para que a Ewelein possa desenvolver um antídoto. O Patriarca concorda e diz que deixará as amostras na entrada da caverna na manhã do dia seguinte, pois eles liberam uma maior quantidade de veneno durante a noite. Por causa do veneno, Erika tem dificuldade de sair da caverna e desmaia ao chegar na entrada da gruta e encontrar Chorme.

Você acorda no seu quarto no Q.G com o Paquera que te acompanhou na missão. Ele te agradece por ter salvado sua vida e explica que o Myconides cumpriram sua palavra e deixaram uma amostra de veneno na gruta, com a qual a Ewelein conseguiu elaborar um antídoto temporário, mas nada duradouro. O Paquera pede para que você vá ver a Miiko para saber o desfecho dos fatos. Na sala do cristal o Kero diz que sentiu sua falta e a Miiko te conta que houveram tentativas de mediação entre os Balenvianos e o Myconides, mas que numa manhã Louce foi encontrada morta por ter adentrado na gruta em busca de ervas medicinais para a irmã. Seu marido Gostien ficou furioso e liderou uma rebelião para tentar se vingar, fechando a gruta. Erika fica desolada com o sacrifício dos Myconides, mas a Miiko diz que a Guarda de Eel não pode intervir na situação. Triste, a guardiã vai para seu quarto e o Leiftan aparece e tenta consolá-la. O episódio termina quando a guardiã diz para Leiftan que quer ir para a casa.

Personagens[]

Lista dos personagens que aparecem no episódio em ordem alfabética.

Itens dos objetivos[]

Item Objetivo Localização
Kit de primeiros socorros.png
Kit de primeiros socorros
Pegue algumas roupas e uma mochila. Localizada na estante da enfermaria.
Ração.png
Ração
Pegue algumas roupas e uma mochila. Em cima da cadeira da Despensa.
Mochila de sobrevivência.png
Mochila de sobrevivência
Pegue algumas roupas e uma mochila. No seu quarto.
Musgo.png
Musgo
Examine o "local do crime" e encontre: musgo, vestígios de passos e rochas. No lado direito da Entrada das Cavernas.
Rochas.png
Rochas
Examine o "local do crime" e encontre: musgo, vestígios de passos e rochas. Lado esquerdo da Entrada das Cavernas.
Vestígios de passos.png
Vestígios de passos
Examine o "local do crime" e encontre: musgo, vestígios de passos e rochas. Lado direito da Entrada das Cavernas.

Objetos especiais[]

Item Objetivo Obtenção
GrookhanOvo.png
Grookhan
Agora que está com o [paquera], vá as grutas. Pode ser capturado na Morada do Solitário.

Guia Rápido[]

(Ver artigo principal: Episódio 12 (The Origins)/Guia)
A imagem será obtida com o paquera que acompanha Erika no episódio. Não é possível escolher o paquera que a acomapnhará.

  • Ezarel:
    • "Desculpe! (Larguei-o imediatamente, constrangida)"
    • "(Esperar mais um pouco)"
  • Nevra:
    • "(Dar meu braço para ele)"
    • "(Procurá-lo sozinha)"
  • Valkyon:
    • "Que fofo, o jeito que o Chrome te obedece sem reclamar."
    • "(Chamá-lo)"

Trivialidades[]

Ilustrações[]

Navegação[]

Advertisement