Wiki Eldarya

Boas-vindas à Wiki Eldarya!

Utilize o ícone de pesquisa para encontrar o que deseja.

Interaja através dos comentários nas páginas, do Discord e das Discussões.

Quer editar, mas não sabe por onde começar? Faça uma visita à página da Comunidade ou explore os links abaixo.


FAQ | Manual de edição | Layout de Páginas | Moderadores | Regras

LEIA MAIS

Wiki Eldarya
Advertisement


Keroshane.png
"O nosso acervo é grande. Não é a página que você está procurando?"
Esta página é sobre a lore. Para o local de exploração, veja Cidade de Eel (exploração).



A Cidade de Eel é a cidade-sede da Grande Guarda de Eel, organização cuja responsabilidade é proteger o Grande Cristal e, por conseguinte, todo o mundo de Eldarya, sendo a única encarregada dessa função[1]. Ela abriga o Cristal e seu espírito, o Oráculo, tendo o dever de protegê-lo a fim de manter o equilíbrio de Eldarya.

A cidade fica localizada na beira de uma falésia com vista para o mar da região e é totalmente envolta por muros, tendo torres de vigia distribuídas ao longo dele. Ela abriga o Quartel General da Guarda de Eel, um refúgio e o comércio da Associação dos Purrekos.

Habitantes[]

Com a procura por proteção por parte da Grande Guarda de Eel[2][3], a cidade abriga refugiados das mais diversas raças e regiões. Estes buscam refúgio por diversos motivos, mas muitas vezes por sofrerem com exílios, perseguições ou catástrofes nos lugares onde viviam.

Antes de Miiko assumir a liderança da Guarda de Eel, o Refúgio oferecia asilo por um período máximo de 6 meses[3]. Passado ele, a Guarda pedia para que os refugiados deixassem o abrigo. Quando a kitsune assumiu, decidiu que a proteção não teria mais preço ou duração e, mesmo que, oficialmente, a regra do período máximo ainda seja válida, na prática ela é ignorada, permitindo que os refugiados possam ficar quanto tempo necessitarem[3].

Organização Política[]

Regida pela Grande Guarda de Eel, a organização política é dividida entre quatro guardas, estas são: Guarda Absinto, especializada em alquimia e poções, Guarda Obsidiana, especializada em combate, Guarda Sombra, especializada em infiltração e inteligência e, por fim, a Guarda Reluzente, encarregada de chefiar as demais guardas e tratar de conflitos diplomáticos. A última é composta pelos chefes das três guardas subordinadas e demais representantes de cada competência do Quartel General (saúde, segurança, educação, entre outros).

Economia[]

Em termos econômicos, grande parte do dinheiro que mantém a economia da Cidade de Eel provém do comércio da Associação dos Purrekos[3]. A Associação se divide em quatro ramos: comércio de roupas, comércio de utensílios alquímicos e derivados, comércio de mascotes e derivados, comércio de trocas e, por último, negócios bancários. Cada um desses ramos é representado por um Purreko.

A parte restante da economia é demonstrada em forma de missões e serviços prestados pela Guarda para vilarejos, regiões e países vizinhos.

Geografia[]

As Terras de Eel são litorâneas, banhadas pelo Mar de Eel[4]. Sua geografia consiste, em geral, numa região de planícies imensas[5], pouco arborizadas e sem muitos arbustos, que intercalam com florestas densas. Guiando-se pelo mapa, temos as falésias, onde a Cidade de Eel fica localizada[5]. O acesso à praia foi uma escavação feita nas pedras de granito, o que resultou nas escadarias que levam à pequena orla.

CidadeDeEelMap.jpg
Cidade de Eel (clique para ver os pontos de exploração)

Nas proximidades, ultrapassando as planícies, temos o início da floresta, que se divide em três acessos seguros: os arredores, a floresta à esquerda e a floresta à direita. Entre esses acessos principais, temos o Bosque das Sombras, a região frontal da floresta, que é muito fechada.

Mais para o interior, temos duas regiões próximas, mas bastante distintas: a clareira e a gruta. As duas ficam localizadas nos interiores da floresta, entretanto, são locais opostos. A gruta é perigosa e o caminho para chegar a ela é longo, enquanto a clareira, por sua vez, é um local calmo e agradável, mas seu caminho é cheio de obstáculos. No centro da floresta, deparamo-nos com labirintos formados por árvores e arbustos, tornando fácil alguém se perder.

No mar, contra os rochedos do penhasco, temos uma caverna submersa, cujo acesso é determinado pelo nível do mar, e próxima a ela uma pequena ilha.

Música-tema[]

Interior do QG[]

Exterior do QG[]

Floresta[]

Cenários[]

Sala do Cristal[]

É o primeiro lugar que conhecemos em Eldarya após pisar no círculo de cogumelos. A Sala do Cristal é o cômodo mais importante e protegido em todo o Quartel General, isso porque a sala abriga o Grande Cristal e seu espírito, o Oráculo. A sala é restrita para visitas não-identificadas, entretanto, é lá que todas os habitantes da cidade são redirecionados em casos de catástrofes e ataques ao Q.G.

A Sala do Cristal também é o lugar onde Miiko e a Guarda Reluzente recebem emissários de outros reinos e regiões, planejam e discutem missões e estratégias e fazem suas reuniões e reportes.

Prisão[]

São levados para a Prisão todos aqueles que, por algum motivo, representam um risco para Eel. Este é um dos primeiros locais que conhecemos, já que Erika é aprisionada logo que é encontrada na Sala do Cristal. Ela é vigiada por Enthraa.

Praça do Mercado[]

Nesse local é mais provável encontrar os Purrekos, responsáveis por grande parte do comércio de Eldarya. Da esquerda para a direita, temos a Loja de Roupas, o Banco, o Boticário do Alquimista e a Loja dos Mascotes. No andar de baixo parece haver feirantes.

Refúgio de Eel[]

Trata-se de uma cidade dentro do Quartel General. Os habitantes de Eldarya que precisam de ajuda são recebidos no Refúgio pelo tempo necessário até que a situação melhore[1]. Podemos ver diversas residências que abrigam os habitantes, inclusive a casa de Mery e sua mãe.

Galeria[]

The Origins[]

A New Era[]

Referências[]

Navegação[]

Advertisement